Aeroviários e aeronautas dão a largada na Campanha Salarial com ato no Aeroporto de Guarulhos

0

A preocupação com a segurança de voo é o tema central da Campanha Salarial 2016 de aeroviários e aeronautas. A campanha é coordenada pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac/CUT), que reúne os sindicatos de aeroviários de Porto Alegre, Guarulhos, Pernambuco, Campinas, o Sindicato Nacional dos Aeroviários e o Sindicato Nacional dos Aeronautas, todos filiados à CUT, além do Sindicato Nacional dos Aeroportuários.

Aeroviários e aeronautas têm data-base em 1º de dezembro e realizam campanha unificada. O lançamento da campanha deste ano aconteceu nesta quarta-feira (21/9), no Aeroporto Internacional de Guarulhos, às 6h.

Durante o lançamento, sindicalistas e trabalhadores entregaram aos passageiros um impresso explicando a campanha e apresentando dados sobre a fadiga, a precarização e a terceirização no trabalho e seus impactos na segurança de voo. O ato no Aeroporto contou com banda, esquete teatral, palhaços e artistas com perna de pau. Tudo para sensibilizar os passageiros sobre a realidade vivida pelos profissionais da aviação.

artecampanhasalarialfentac2016-sitefentac-not2374-not2375

Com o slogan “profissional fadigado, seu voo ameaçado”, os trabalhadores buscam conscientizar empresários, passageiros e sociedade em geral para a falta de segurança do trabalho, de voo e operacional causada pelas políticas adotadas pelas companhias aéreas. Para reduzir custos, as empresas querem acabar com a profissão de mecânico de pista e, em alguns casos, estão substituindo esses profissionais (com qualificação bastante específica) por trabalhadores não habilitados para essa função.

Esse fato, somado às escalas exaustivas e cansativas dos tripulantes e ao aumento da terceirização de atividades essenciais, como a de agente de rampa, geram um enorme perigo para a segurança de voo e operacional.

A campanha salarial da Fentac/CUT defende os interesses de cerca de 70 mil trabalhadores aeroviários (que atuam em solo para as companhias aéreas e empresas de serviços auxiliares ou como terceirizados das gestoras de aeroportos) e aeronautas (que são os tripulantes das aeronaves, incluindo pilotos, copilotos e comissários).

img_6801

img_6833

img_6838

img_6908

img_6925

INPC + aumento real de 5%

Os trabalhadores defendem nesta campanha a reposição integral da inflação da data-base mais 5% de ganho real (produtividade), a garantia do nível de emprego, a manutenção dos direitos expressos nas Convenções Coletivas de Trabalho (CCTs) e a ampliação e melhorias nos direitos econômicos e sociais.

Este ano, os sindicatos e a Fentac/CUT deixaram claro às empresas aéreas que as negociações não devem passar da data-base, em 1º de dezembro. As negociações são realizadas com o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), que representa todas as companhias, incluindo a Latam, Gol, Azul e Avianca. (Imagens: Kalinka Kaminski/Asscom Sindicato)

Share.

Leave A Reply

7 + 6 =