Sindicato busca viabilizar estacionamento acessível no Salgado Filho

0

Talvez a maior demanda da categoria no Salgado Filho, um estacionamento seguro e com valores acessíveis, está em tratativas para ser viabilizada. Desde o início de outubro, o Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre está tratando com a Estapar, empresa responsável pelos estacionamentos na área do aeroporto, maneiras de disponibilizar vagas em valores abaixo do que é cobrado para passageiros nos terminais.

Em um primeiro momento, a proposta da Estapar era de 100 reais mensais por aeroviário, para 300 aeroviários, financiando a reabertura do estacionamento do TPS2. Essa negociação, porém, foi descartada já que não houve acordo entre Fraport e Estapar. A nova proposta da empresa de estacionamentos apresentada em reunião nesta quinta-feira (24) foi de 110 reais mensais, mas para vagas ao lado do Pepsi On Stage, local também de propriedade da Estapar.

Desde o ano passado, quando a Fraport assumiu a gestão do Salgado Filho, o problema do estacionamento para os trabalhadores se agravou. Áreas onde antes estacionar o carro era permitido foram cortadas, parquímetros serão instalados em outras áreas, os assaltos e arrombamento continuaram e o estacionamento da Estapar tornou-se a única possibilidade de deixar o carro em segurança durante o expediente. O Sindicato lamenta que a gestora do aeroporto não contribua para um acordo para que seja utilizado a área do TPS2, o que segundo a entidade demonstra “o total descaso da Fraport com as condições de segurança dos aeroviários, trabalhadores esses que são o motor que movimenta o Salgado Filho”.

O Sindicato agradece a adesão da categoria que abraçou a ideia e têm procurado os diretores da entidade para apoiar esta iniciativa. Os diretores ressaltam que estão concentrando esforços para que seja concretizada esta ideia, mas que o sucesso dessa empreitada não depende somente da diretoria sindical, mas também da mobilização da categoria.

Share.

Leave A Reply

3 + 9 =