Sindicato segue alerta e atuante contra assédio moral na TAP ME

0

Na próxima sexta-feira (4/8), o Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre irá reunir-se com representantes da TAP ME para discutir novos casos de assédio moral ocorridos na empresa.

O assédio moral na TAP ME foi pauta de várias edições do Aerofolha, devido aos diversos casos ocorridos e denunciados ao Sindicato. “O assédio praticamente tornou-se institucionalizado, infelizmente, porque a TAP ME não toma as atitudes necessárias para proteger o trabalhador que sofria assédio”, destaca a direção sindical.

Apesar do Sindicato ter feito diversas denúncias ao setor de RH e à presidência da TAP ME, a diretoria da empresa fazia vista grossa para o problema. “O que queremos agora, com a nova gestão, é uma nova postura que dê melhores resultados nesse tema”, ressalta a direção do Sindicato.

Agora, a Ouvidoria foi incumbida de tratar do tema, e os trabalhadores passaram a ter um espaço de denúncia dentro da TAP ME. O Sindicato, no entanto, alerta para a importância de continuar recebendo as denúncias, para que possa seguir fiscalizando e cobrando providências da empresa.

A legislação brasileira recomenda isso, para que a entidade sindical possa investigar e apoiar os trabalhadores que sofrem com essa prática, para que os assediadores sejam de fato responsabilizados.

O assédio moral e o assédio sexual são crimes, e a omissão por parte do empregador é um ato grave. A TAP ME já responde a processos na Justiça por conta do assédio.

Há poucos dias, um ex-funcionário vítima de assédio teve êxito em ação judicial movida contra a empresa, e há outros processos em andamento sobre esse tema.

Share.

Leave A Reply

7 + 3 =