“Trabalhador deve atentar às entrelinhas”, alerta Sindicato sobre FGTS

0

Em artigo divulgado na segunda-feira (19), a Central Única dos Trabalhadores (CUT) esclareceu dúvidas que tomaram os trabalhadores desde que o governo divulgou a possibilidade de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Reconhecendo a necessidade destes esclarecimentos, o Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre vem reproduzir e repercutir estas informações em suas redes.

Como afirma a CUT, serão dois tipos de saque que serão oferecidos pelo governo. O primeiro saque, de até R$ 500 da conta individual do trabalhador a partir do mês de setembro, não traz maiores consequências para o beneficiário além da subtração do valor do Fundo. Já o saque-aniversário, que será liberado em abril de 2020, restringirá o direito do trabalhador de sacar o total do FGTS quando for demitido, o que, do ponto de vista do Sindicato, trata-se de uma arapuca para o trabalhador já que “esta restrição no valor total do FGTS caso o cidadão opte pelo saque-aniversário não está sendo devidamente divulgada”.

Para o Sindicato, é importante que o trabalhador coloque na balança o que lhe é mais útil financeiramente, porém considera importante ressaltar que o FGTS, conquista histórica da classe trabalhadora, pode vir a ser muito útil em caso de demissão, e que, em momentos de necessidade, muitos trabalhadores já foram socorridos pelo saque deste Fundo. Além disso o Sindicato frisa que medidas como essa são meros paliativos e não serão capazes de mudar o cenário econômico e do trabalho no país, ambos em situações preocupantes.

“O trabalhador deve atentar às entrelinhas dessas medidas”, afirma a entidade. “Devemos estar atentos para que não sejamos enganados. Estão nos prometendo uma virada econômica, mas estão tirando nossos direitos enquanto

Share.

Leave A Reply

5 + 3 =