Eleições decidirão futuro do trabalho no Brasil

0

Estamos de frente para uma das eleições mais críticas da história. Temos dois projetos de governo em jogo. De um lado, Jair Bolsonaro, um candidato que votou pela Reforma Trabalhista, pela PEC 95, que congela os investimentos em saúde, educação e segurança por 20 anos, e que possivelmente irá reformar a Previdência Social, como já afirmou em entrevistas. Do outro lado, Fernando Haddad substituiu Lula na cabeça da chapa do Partido dos Trabalhadores, sofre com as acusações de corrupção e com o descrédito do partido e tem a difícil missão de tentar renovar a fé dos brasileiros na legenda petista.

Mas o que está em jogo? Para o Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, o próximo dono da faixa de Presidente do Brasil definirá os rumos do trabalho e do emprego no país. Quem ocupar o Palácio do Planalto deverá aprofundar ou reverter a Reforma Trabalhista, estabelecer políticas de criação de vagas, sejam empregos de qualidade ou subempregos.

Para o Sindicato, o dia 28 de outubro irá definir o rumo da classe trabalhadora no país. Ou serão resgatados valores alinhados com o bom trabalho, ou entraremos com tudo na era da desvalorização do trabalhador. Para esta entidade, Jair Bolsonaro deixou claro qual é a sua posição quanto ao assunto. Por isso, o Sindicato crê que Fernando Haddad seja a saída para que não acabemos vítima de mais um golpe contra a classe trabalhadora.

Share.

Leave A Reply

1 + 7 =