EDITORIAL: Nossos eleitos devem representar os trabalhadores

0

No domingo (7), todos os brasileiros terão uma oportunidade para mudar o cenário da política nacional. Neste último período, principalmente após Michel Temer assumir a presidência, a classe trabalhadora perdeu muito. Foram mais de dois anos em que foram aprovadas a terceirização da atividade-fim, aquela que é a principal atividade de uma empresa, e a Reforma Trabalhista, um pacote de mudanças legislativas que desmontou a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Neste governo, também foram congelados por vinte anos, através da PEC 95, os investimentos públicos, como por exemplo as áreas de saúde, educação e segurança.

Michel Temer já declarou inclusive que vai tentar aprovar a Reforma da Previdência antes de deixar o governo, e que para isso procurará o próximo presidente eleito para fazer a negociação do projeto. Este seria o golpe final nos trabalhadores que, além de trabalhar em condições precárias, terão sua aposentadoria praticamente inviabilizada.

Mas estas maldades não foram fruto do trabalho apenas do poder executivo, personificado na figura do presidente, e sim também responsabilidade do Congresso Nacional. Segundo levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), mais da metade dos deputados eleitos em 2014 tem ligação ou são empresários. A aprovação de projetos extremamente danosos por parte dos congressistas deixou claro que o voto para deputado federal e estadual é tão importante quanto o voto para presidente.

Esta linha de governo não serve para os trabalhadores do Brasil. O desemprego está aumentando todos os dias, o poder aquisitivo das famílias é cada dia mais curto e a qualidade de vida está minguando. Com eleitos que sigam a ideologia do atual governo, a situação do emprego no Brasil pode chegar em um nível ainda mais baixo. Não é isso que nós queremos.

Nesta eleição é fundamental que, com o voto, elejamos candidatos que defendam os interesses dos aeroviários, metalúrgicos, funcionários públicos, ou seja, de toda a classe trabalhadora. É desta forma que podemos mudar a realidade dentro da democracia, com o voto. E é assim que reverteremos os retrocessos feitos por quem está no poder, elegendo pessoas que se identifiquem com o trabalhador, que vejam na melhoria da situação do emprego uma prioridade.

Vote pelos nossos direitos, vote pelos trabalhadores!

Share.

Leave A Reply

6 + 9 =