EDITORIAL – Salgado Filho: trabalhadores precisam de estacionamento seguro já!

0

Há muito tempo que o Aeroporto Internacional de Porto Alegre não é seguro para quem o frequenta. Trabalhadores ou passageiros são constantemente ameaçados pela sensação de insegurança. E esse medo tem motivo.

Somente nos últimos dois anos, a lista de incidentes nos terminais é extensa e impressiona pela gravidade dos fatos. Tivemos o sequestro seguido de assassinato da colega Minéia Machado, um tiroteio em uma tentativa de assalto e até mesmo um assassinato dentro do saguão do aeroporto. Todos esses casos foram destaque na mídia, mas a realidade do trabalhador que sente todos os dias o medo do assalto e o medo de perder a vida também merece toda a atenção da sociedade.
São muitos os relatos de roubo e furto trazidos pelos trabalhadores para o Sindicato. Nesta semana, de domingo até o fechamento deste editorial, um roubo e um furto aconteceram na região do aeródromo. Em um desses casos, ao tentar registrar o boletim de ocorrência na delegacia do aeroporto, o trabalhador foi informado pelos policiais de que não seria possível concluir o processo já que a Fraport não resolveu problemas de cabeamento do local.

A verdade é que, da gestão da Infraero para a gestão da Fraport, não houveram mudanças quanto a segurança para os aeroviários. Hoje, apenas os trabalhadores do grupo alemão têm direito a um estacionamento com segurança 24h, enquanto os demais trabalhadores são obrigados a optar por pagar os altos preços no estacionamento da Estapar ou se submeter a falta de policiamento e monitoramento do entorno dos terminais.

O Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre vai encaminhar uma reunião com a Fraport para tratar dos problemas, mas também com uma denúncia para o Ministério Público do Trabalho e para o Ministério Público Federal. Para a entidade sindical, não é possível que um grupo que administra grandes aeroportos pelo mundo não trate com seriedade a segurança de quem faz acontecer o transporte aéreo. Segurança para chegar e sair do trabalho é um direito de todos os trabalhadores.

Share.

Leave A Reply

9 + 2 =