Editorial: Trabalhador não confia no RH da TAP ME

0

O que se espera de um setor de Recursos Humanos é que seja transparente, aja com lisura e seja garantia de regularidade para quem trabalha na empresa. Este setor, que deveria acolher acolher o trabalhador e evitar que tenha dor de cabeça com valores e documentos, não funciona na TAP ME. O Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre se vê mais uma vez impelido a criticar o setor de Recursos Humanos da TAP ME. Este é um departamento que gera desconfiança no aeroviário, que se vê assaltado por documentos surpresa, por atrasos em pagamentos e na entrega de documentações.

No acordo oferecido pela empresa aos estáveis, há um problema interno da TAP ME. A assessoria jurídica do Sindicato, ao entrar em contato com o departamento Jurídico da TAP ME, não tem acesso aos cálculos dos trabalhadores. O RH da empresa, porém, afirma ter repassado os documentos ao seu Jurídico. Há também os frequentes atrasos nos depósitos da multa de 40% das rescisões dos trabalhadores aposentados. Este valor deveria ser depositado pela empresa ainda antes da homologação no Sindicato, mas quando o aeroviário sai da sede sindical e vai até o banco, o dinheiro não está lá e a viagem é perdida.

O Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre afirma que “não é possível que a presidência da TAP ME não perceba que o seu departamento de Recursos Humanos não funciona. O RH da TAP ME é uma bagunça.”

Share.

Leave A Reply

7 + 3 =