Assembleia aprova proposta negociada junto ao SNEA

0

Em assembleia na sede do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, nesta quinta-feira (23/11), a categoria aeroviária pode ouvir dos diretores da entidade e votar a proposta que foi resultado da negociação coletiva. Por unanimidade, os aeroviários gaúchos foram os primeiros a aprovar e votaram SIM, aprovando a contraproposta negociada pelos sindicatos de trabalhadores com o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA). Ainda estão pendentes as assembleias dos outros sindicatos que fazem parte da Fentac/CUT, que devem fazer suas votações nesta sexta-feira (24). Quando as negociações forem encerradas e o acordo for assinado, os percentuais de reajuste e de ganho real serão pagos no salário, e a expectativa é de que isso ocorra em dezembro.

Com cinco rodadas de encontro entre federações e sindicatos que representam aeroviários e aeronautas e o SNEA, as negociações foram, segundo os diretores sindicais, bastante complicadas. As categorias são as primeiras a negociar uma Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), tida como uma das mais completas do país, após o início da vigência da Reforma Trabalhista, o que poderia dificultar sua manutenção. Durante as negociações, o SNEA quis modificar diversos itens da CCT, propôs a implementação de um banco de horas e também manteve uma postura dura diante do pedido de ganho real reivindicado pelas entidades sindicais. Na semana passada, o esforço conjunto dos representantes dos trabalhadores deu resultados e, finalmente, o SNEA entregou uma contraproposta digna de ser apresentada aos trabalhadores. Ela possui três pontos básicos: reajuste de todas as cláusulas econômicas pelo INPC nos últimos 12 meses, meio por cento de aumento real também em todas as cláusulas econômicas e a manutenção da CCT como está. Segundo informação do Dieese, o ganho real garantido aos aeroviários é acima da média nacional. As estatísticas, que contam com dados de 326 negociações coletivas deste ano, indicam que a média dos aumentos reais no país é de 0,35%. Para o Sindicato, estas vitórias são grandes conquistas em um ano de crise político-econômica intensificada.

Foto: Johnny Oliveira/Sindicato

Outra questão tratada em assembleia foi a da contribuição assistencial. No inicio da Campanha Salarial, também em assembleia, os aeroviários haviam aprovado 2% de contribuição, mas nesta quinta-feira, este montante foi reduzido para 1%.

A manutenção da CCT e um ganho real que não acontecia há anos para a categoria são bons resultados de uma negociação no contexto do país. Esta vitória pertence aos aeroviários de todo o Brasil, que devem comemorar sua Convenção Coletiva!

Foto: Johnny Oliveira/Sindicato

 

Share.

Leave A Reply

8 + 2 =