Continuam as irregularidades no pagamento de verbas rescisórias na TAP ME

0

Continuam as irregularidades no pagamento das verbas rescisórias na TAP ME, e o setor de Recursos Humanos segue desorganizado, prejudicando os trabalhadores que foram demitidos.

Segundo denúncias recebidas pelo Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre, a TAP ME não acertou como deveria os valores a serem pagos a esses trabalhadores, e não depositou ou liberou os recursos devidos relativos ao FGTS de várias pessoas, muitas delas demitidas há mais de quarenta dias. Com isso, os demitidos não estão conseguindo retirar os valores do FGTS junto à Caixa Federal. A empresa também não entregou todas as carteiras de trabalho dos demitidos, o que está prejudicando-os na busca por um novo posto de trabalho.

O Sindicato está atento a essas irregularidades e segue em negociação com a empresa para fechar o acordo que minimize os prejuízos dos demitidos. O documento está em fase final de ajustes, e os trabalhadores devem ser chamados em breve para aderir ou não ao acordo.

Quem tem interesse em firmar acordo deve ligar para o Sindicato, passando seu nome, matrícula e telefone para contato, para agilizar o chamamento da assinatura desse documento. A adesão ao acordo que vier a ser firmado é individual e facultativa.

Share.

Leave A Reply

6 + 5 =