TAP ME anuncia novas demissões mas compromete-se com reivindicações feitas pelo Sindicato

0

A direção do Sindicato dos Aeroviários de Porto Alegre reuniu-se novamente com a presidenta da TAP ME Brasil, Gláucia Loureiro, e gerentes da empresa, nessa quinta-feira (14/9), à tarde, para tratar das demandas dos trabalhadores. Veja abaixo os temas debatidos na reunião.

DEMISSÕES – A empresa confirmou que haverá demissões e que elas podem ocorrer a partir da próxima semana, mas não informou o número exato de trabalhadores que serão dispensados. A quantidade vai depender do caixa da empresa. Os funcionários que pediram para sair serão priorizados. Apesar de toda a luta do Sindicato, a empresa não atendeu a reivindicação para que fosse oferecido em Porto Alegre o mesmo PDV feito no Rio de Janeiro, mas aceitou o pedido da entidade para que os trabalhadores elegíveis ao PDV recebam passagens e plano de saúde. Todavia, não definiu quanto tempo de plano oferecerá.

PLANO DE SAÚDE – A Unimed demorou para cobrar a coparticipação do plano de saúde, o que resultou na acumulação de valores. A empresa acabou descontando acima de 30% do valor total da folha de vários funcionários. Diante dessa irregularidade, o Sindicato solicitou a devolução do valor cobrado a maior, que impactou muitos trabalhadores. Na reunião, foi acordado que os salários serão devolvidos imediatamente. O gerente de Recursos Humanos, Rodrigo Cauduro, comprometeu-se a fazer um levantamento para essa devolução e a não descontar mais acima de 30% nos próximos meses de nenhum trabalhador.

GALVANOPLASTIA – A empresa fará um levantamento de preços para a construção de um banheiro feminino dentro do setor para uso das trabalhadoras. A solicitação da construção, feita pelo Sindicato, foi bem recebida pela presidenta Gláucia Loureiro.

PERICULOSIDADE RIOSUL – O Sindicato protocolou os documentos referentes ao direito ao adicional de periculosidade aos trabalhadores que vieram da RioSul e não tiveram esse direito reconhecido pela TAP ME. A empresa irá verificar com o perito quais trabalhadores da lista terão direito, e a informação sobre isso será dada na próxima reunião do Sindicato com a empresa.

LIMPEZA E PINTURA – O Sindicato tem um acordo com a TAP ME para que os trabalhadores desses setores recebam em dinheiro e não compensem as horas extras, e o mesmo vem sendo descumprido. Diante disso, o Sindicato solicitou o restabelecimento dessa combinação. A empresa comprometeu-se a verificar as horas-extras ainda não compensadas e pagá-las em dinheiro, além de retomar o cumprimento desse acordo daqui em diante.

RISOTOLÂNDIA – A TAP ME fará pesquisa de satisfação em dias diferentes para ver como está a aprovação ou reprovação das refeições servidas aos trabalhadores.

ESTAGIÁRIOS – O Sindicato reivindicou que os estagiários recebem as calças do uniforme, uma vez que atuam em áreas com contaminantes. A empresa vai liberar o item.

Share.

Leave A Reply

7 + 2 =